Noticias

Produção industrial cai em 7 de 14 locais pesquisados em outubro

Do UOL Economia, em São Paulo

Os índices regionais da produção industrial tiveram queda em sete dos 14 locais pesquisados pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) entre setembro e outubro, segundo dados divulgados nesta quarta-feira (7).

O setor industrial foi o mais afetado pela freada da economia brasileira no terceiro trimestre, com queda de 0,9%, conforme mostraram ontem os dados do PIB (Produto Interno Bruto). Por isso, a Confederação Nacional da Indústria (CNI) disse que deve rever as projeções de crescimento para 2011. As atuais estimativas de avanço são de 3,4% do PIB geral e de 2,2% da produção industrial.

Em outubro, as maiores baixas na produção foram em Goiás (-8%), Santa Catarina (-3,4%) e São Paulo (-2,6%). Com esse resultado, São Paulo acumula perda de 7,6% nos últimos dois meses de recuo na produção.

Os demais locais com queda na produção acima da média nacional (-0,6%) foram: Ceará (-1,5%), Pará (-1,4%), Pernambuco (-1%) e Rio de Janeiro (-0,9%). Espírito Santo repetiu o patamar de setembro. Seis áreas registraram avanço na produção: Bahia (3%), Rio Grande do Sul (2,4%), Minas Gerais (1,6%), região Nordeste (1%), Paraná (1%) e Amazonas (0,9%).

Em relação a outubro de 2010

Comparado a outubro de 2010, o setor industrial mostrou queda de 2,2%, com redução na produção em oito dos 14 locais investigados.

A taxa negativa mais elevada foi registrada em Santa Catarina (-8,5%), pressionada pela queda na maior parte dos setores investigados, seguida por Ceará (-6,4%), São Paulo (-4,6%), Bahia (-3,9%), Minas Gerais (-3,6%), Espírito Santo (-2,5%), região Nordeste (-2,1%) e Rio de Janeiro (-1,9%).

Amazonas (16,1%), Paraná (13,4%), Rio Grande do Sul (6,9%), Pernambuco (4,1%), Pará (3,3%) e Goiás (3,0%) apontaram avanço na produção.