Noticias

Facas são essenciais dentro de uma cozinha. Saiba quais ter e como cuidar delas

Quem gosta de cozinhar reconhece a importância de ter à mão uma faca decente. Com bom corte, feita de um material resistente, nem muito leve, nem muito pesada. E quem não gosta tanto assim, mas cozinha o tempo todo, também ganha tempo e presteza na execução do trabalho. Para facilitar as coisas na hora de investir neste equipamento básico da cozinha, é bom saber que três facas são consideradas essenciais em qualquer cozinha. A faca do chef é considerada a coringa por quem trabalha com comida diariamente. Caso da chef Cris Maccarone, do ateliê culinário Madame Aubergine. "Com esse modelo de faca pode-se fazer quase tudo: picar cebola, alho, salsinha, cortar carnes e transformar legumes em cubinhos", conta Cris. "Importante na hora da escolha é eleger uma que se adapte ao tamanho de suas mãos e ao seu jeito de trabalhar os alimentos".

Outra faca considerada indispensável é a faca para legumes, pequenininha, mas que dá conta de descascar, moldar, retirar o miolo de tomates, por exemplo. Uma entusiasta deste modelo é outra profissional das panelas, a chef Ana Costa, do Espaço Viver, Casa & Gourmet. "Gosto muito de trabalhar com facas menores, mas é questão de hábito, me sinto mais à vontade com elas", diz Ana.

Finalmente, uma boa faca serrilhada completa o kit das indispensáveis na cozinha. Elas servem para cortar pães e também facilitam a vida na hora de cortar bolos ao meio antes de recheá-los.

Mas de nada adianta ter uma faca boa nas mãos e não saber cuidar delas. "Facas não podem ser guardadas de qualquer maneira nas gavetas, nem ser usadas entre um trabalho e outro sem serem devidamente lavadas", aconselha Ana Costa, que ainda recomenda outros cuidados básicos: nunca colocá-las com a ponta virada para baixo no escorredor de talheres, nem guardá-las ainda úmidas na gaveta. Outro cuidado importante é manter suas facas sempre afiadas. Ao contrário do que pode parecer, facas sem fio são mais perigosas do que as muito afiadas. Isso porque, durante o trabalho com uma faca de corte ruim, você faz mais força. E nessa hora é grande o risco de você se cortar durante a manobra. Facas de fio bom garantem um corte fácil, porque escorregam pelos alimentos e você não precisa fazer força extra para picar, cortar ou fatiar. Também é recomendável que você sempre corte os alimentos sobre uma tábua, e jamais use as mãos como apoio - o que é extremamente perigoso, além de comprometer o resultado final. Capricho é sempre um item a ser levado em conta em qualquer trabalho, certo?

Ciente destes detalhes, você só precisa escolher um modelo que se adapte ao seu jeito de cozinhar. O mercado está coalhado de novidades bacanas no terreno das facas. Há modelos luxuosos, feitos com aço inox de primeira qualidade; versões de plástico, específicas para picar verduras, e até facas com lâminas revestidas com materiais antiaderentes. E, claro, modelos criados para funções específicas, como os cutelos para cortar carnes que tenham ossos ou destrinchar aves, e a simpática faca meia-lua, considerada diversão garantida para os fãs da cozinha na hora de picar ervas.

Chris Campos é jornalista e editora do site Casa da Chris (www.casadachris.com.br)